O que é a taxa Selic?

Antes de falarmos da taxa Selic, é necessário entender o que é Selic. O Sistema Especial de Liquidação e Custódia, como o próprio nome diz, é um sistema utilizado apenas pelas instituições financeiras em empréstimos com garantia em títulos públicos federais, que tem baixíssimo risco devido a segurança do Tesouro Nacional.
Mas para que os bancos precisam de empréstimo?
O Banco Central exige que as instituições financeiras terminem o dia com o caixa zerado ou positivo. Como é muito difícil que todos os bancos terminem o dia no positivo, o banco que ficou no negativo pede um empréstimo de curtíssimo prazo para aquele que ficou no positivo. Há duas possibilidades de empréstimos que os bancos podem fazer. São eles:

CDI – Certificado de Depósito Interbancário

Os empréstimos que tem como garantia a própria instituição são feitos com a emissão do Certificado de Depósito Interbancário ou Interfinanceiro, mais conhecido como CDI, que tem as mesmas características de um CDB, mas com o diferencial de ser negociado apenas entre as instituições financeiras. É como se um banco vendesse o seu CDB para outro banco, com a promessa de pagamento do valor principal mais os juros no dia seguinte. Por esse motivo falamos que é um empréstimo de curtíssimo prazo. Se quiser saber um pouco mais sobre o impacto do CDI nos seus investimentos, clique aqui e leia nosso artigo. As taxas negociadas tendem a ficar muito próximas a taxa Selic. No dia que escrevo este artigo, a taxa Selic está em 9,15% ao ano, enquanto a taxa DI está em 9,14% ao ano, gerando uma diferença de apenas 0,01% ao ano.

SELIC

Por contar com a segurança do Tesouro Nacional, os empréstimos de menor risco do mercado são aqueles que tem como lastro títulos públicos federais, já que o risco nessa operação é o governo dar calote. O lastro na operação nada mais é que a garantia, ou seja, a instituição coloca como garantia do pagamento do empréstimo os títulos públicos federais que estão sob sua posse. As taxas negociadas seguem a meta da taxa Selic, mas podem ficar abaixo ou acima do que foi estipulado na reunião do COPOM.

E a taxa Selic serve para quê?

Tenho certeza que você já deve ter ouvido falar da taxa Selic em algum momento da vida.
Sempre que há alguma alteração na Selic, os principais jornais repassam a informação para os telespectadores, mas são poucas as pessoas que entendem de fato qual é e o impacto das alterações da Selic no seu bolso.

A taxa Selic é considerada a taxa básica de juros da economia, e a cada 45 dias o COPOM – Comitê de Política Monetária – se reúne para definir qual será a meta do período com base no momento econômico do país. O governo irá remunerar quem financia a dívida pública federal com base nessa taxa.
Lembrando que nas reuniões do COPOM ocorre a definição da meta da taxa Selic, que no dia que escrevo esse artigo está em 9,25%. Como já foi dito, as taxas praticadas nas operações de empréstimo entre os bancos com lastro em títulos públicos são calculadas com base na meta da taxa Selic, e a média delas no final do dia resulta na Taxa Selic diária, que é utilizada para remunerar o Tesouro Selic, por exemplo.

Espero que tenham gostado do artigo! Dúvida e sugestões, comentem aqui embaixo.


Equipe App Renda Fixa
contato@rendafixa.rocks

Não perca nenhum conteúdo!

2017-08-07T15:46:36+00:00

About the Author:

Leave A Comment