Títulos bancários: descubra quais são e suas vantagens


Os títulos bancários são uma alternativa de investimento interessante e segura para quem deseja fazer o seu dinheiro render. Essas aplicações são semelhantes a empréstimos, mas nesse caso, o credor do banco é você.

A rentabilidade dos títulos bancários podem ser previstas, uma vez que as condições desse fator são estabelecidas na contratação do investimento, o que permite que você compare diversos ativos e escolha o mais adequado para os seus objetivos e necessidades.

No artigo de hoje, separamos para você todas as informações que você precisa saber antes de investir seu dinheiro em títulos bancários. Para saber mais, continue a leitura.

O que são títulos bancários?

Os títulos bancários consistem em ativos de renda fixa que são comercializados por bancos com o objetivo de captar recursos junto ao seu público.

As instituições bancárias fazem isso com o intuito de pegar dinheiro emprestado da sua clientela para que assim possa oferecer crédito para outros clientes, como o cheque especial, financiamentos, crédito consignado, entre outros.

Em outros termos, a partir da comercialização dos títulos, uma instituição bancária capta o dinheiro de clientes que possuem capital disponível para emprestá-lo para os clientes que precisam dele.

Antigamente os títulos bancários eram entregues para o comprador em papel, por isso, esse termo, muitas vezes, ainda é utilizado para se referir a esse tipo de ativo financeiro, que hoje em dia é comercializado de forma completamente eletrônica.

De forma geral, o retorno que os bancos pagam para quem adquire um desses títulos pode se dar de duas formas: prefixado ou pós-fixado.

No primeiro caso, no momento da compra do título, o investidor já sabe, de antemão o valor que vai receber no data de vencimento.

Já no caso dos títulos pós-fixados, o rendimento vai depender de algum índice, que na maior parte dos casos, é o CDI (Certificado de Depósito Bancário). Esse indicador possui um desempenho bastante próximo à taxa básica de juros da economia (a Selic).

A rentabilidade do CDI é interpretada da seguinte maneira: no momento, a porcentagem de rentabilidade do CDI é de 6,40% ao ano, sendo assim, uma aplicação que promete um retorno de 100% do CDI vai render a taxa completa.

Sendo assim, neste caso a rentabilidade bruta dessa aplicação será de 6,4% ao final de um período de 12 meses.

Em alguns casos, a rentabilidade de um título bancário pode ser mista, ou seja, uma parte pré e outra parte pós-fixada.

Geralmente isso ocorre com investimentos que estão vinculados ao IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), responsável por medir a taxa de inflação oficial no país.

A parcela pós-fixada dessas aplicações são referentes a variação do IPCA, o que funciona justamente para proteção do poder de compra do capital aplicado.

As maiores rentabilidades em títulos bancários geralmente são encontradas nas instituições de médio e de pequeno porte, que por não contarem com uma rede grande de agências para conquistar sua clientela, precisam oferecer lucros mais altos para atrair o dinheiro de investidores.

Essa é a melhor opção de investimento para investidores com perfil conservador, que preferem correr os menores riscos possíveis ao aplicar o seu dinheiro, uma vez que oferecem uma boa rentabilidade e são considerados investimentos seguros.

Para investir em títulos bancários você pode obter por procurar uma corretora de valores mobiliários ou negociar diretamente com o seu banco.

Quem emite o título é a instituição bancária, entretanto, as corretoras de valores possuem autorização para comercializá-los.

Quais são os títulos bancários disponíveis no mercado?

Todos os títulos bancários funcionam como uma forma de os bancos captarem dinheiro junto aos seus clientes, sendo a diferença entre eles o destino do dinheiro captado, a rentabilidade e os prazos de vencimento.

Geralmente, os títulos podem ser adquiridos diretamente na instituição bancária emissora dos mesmos ou em corretoras de títulos e de valores mobiliários.

No caso das corretoras, a vantagem é que você poderá comparar os produtos de diferentes instituições ao mesmo tempo e você tem mais opções para escolher o investimento mais adequado para seus objetivos e necessidades.

Antes de fazer o seu investimento, contudo, você deve se certificar se o resgate da aplicação pode ser realizado a qualquer momento, ou seja, se a aplicação conta com liquidez diária, ou se esse resgate só pode ser realizado na data de vencimento do título.

De forma geral, quanto maior é o tempo em que o dinheiro fica aplicado, maior tende a ser a rentabilidade final do investimento.

Os títulos bancários disponíveis no mercado brasileiro são:

  1. Certificados de Depósito Bancário (CDB)

Comercializados em plataformas online de instituições bancárias ou por corretoras de valores, é usado pelos bancos para captar recursos para financiar suas ações, desde aumento de caixa até operações de crédito.

Conta com a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) que protege o investidor em caso de falência do banco.

Podem ser encontrados CDBs de aplicação mínima de 1 real e existem vários tipos desse ativo no mercado.

A liquidez do investimento pode ser diária ou apenas no vencimento e os CDBs são tributados pela tabela regressiva do Imposto de Renda em cima do lucro obtido conforme as alíquotas e os prazos da tabela abaixo:

PRAZOALÍQUOTA
Até 180 dias 22,5%
Entre 181 e 360 dias20%
Entre 361 e 720 dias17,5%
Mais de 720 dias15%

 

  1. Letra de Crédito Imobiliário (LCI)

A LCI é um título emitido pelos bancos com o objetivo de financiar, exclusivamente, o mercado imobiliário.

Também conta com a garantia do FGC e, via de regra, o valor investido só pode ser resgatado na data de vencimento do título, sob pena de prejuízo na rentabilidade.

A aplicação é isenta da cobrança do Imposto de Renda, para pessoas físicas.

  1. Letra de Crédito do Agronegócio (LCA)

A LCA é um tipo de aplicação financeira com características idênticas à LCI, a única diferença entre os dois ativos é que neste caso o objetivo do banco ao emitir uma LCA é financiar o setor do agronegócio.

  1. Letra Imobiliária Garantida (LIG)

A LIG também está ligada ao setor imobiliário, como a LCI. A aplicação foi criada no ano de 2014, apesar de só ter começado a ser comercializada apenas em 2018.

  1. Letra Financeira (LF)

A LF consiste em uma aplicação de longo prazo (mínimo de 2 anos). A rentabilidade é geralmente atrelada ao CDI.

A rentabilidade dessa aplicação tende a ser mais alta do que a das letras de crédito e a tributação desse ativo é de uma alíquota de 15% do Imposto de Renda sobre os lucros obtidos.

Quais as vantagens de investir em títulos bancários?

Em relação à rentabilidade, os títulos bancários tendem a oferecer um retorno mais alto do que os títulos públicos.

Esse fato é explicado, em parte, porque os riscos dos ativos emitidos por instituições bancárias é considerado mais alto, afinal de contas bancos podem sofrer falência ou serem liquidados pelo Banco Central.

Situação essa que não pode acontecer com o Tesouro Nacional, que é responsável pela emissão dos títulos públicos.

Ainda assim, vale a pena lembrar que alguns títulos bancários, como o CDB, da LCI e a LCA, contam com a garantia do FGC, o que significa que se caso a instituição que emitiu o título não consiga arcar com o compromisso assumido com o investidor, o mesmo será ressarcido até um limite de 250 mil reais.

Já no caso da LF, das debêntures (que são títulos emitidos por empresas) e os fundos de investimento (que são aplicações financeiras coletivas), não há cobertura do FGC.

Como você pode perceber a partir dessas informações, contar com alguns títulos bancários na sua carteira de investimentos é uma boa estratégia para proteger o seu dinheiro, uma vez que eles são ativos que apresentam uma rentabilidade previsível e riscos relativamente baixos.

Sendo assim, esse tipo de investimento é oportunidade vantajosa de obter um retorno maior que o oferecido pela caderneta de poupança e superior aos índices da inflação, sem que você precise correr os riscos envolvidos em aplicações de renda variável, como o mercado de ações.

No artigo de hoje você conheceu como os títulos bancários funcionam e quais são as vantagens desse tipo de aplicação financeira para o investidor.

Se você gostou desse artigo e quer ver mais conteúdo como esse, continue acompanhando as nossas publicações e confira também as nossas postagens anteriores no arquivo do blog.

Aqui você encontra muito conteúdo para ajudar você a escolher os melhores investimentos para fazer o seu dinheiro render e orientações para cuidar da saúde da sua vida financeira. Fique ligado.

Artigos que podem ser úteis para você: Como fazer aportes mensais para investir? | TED e DOC: Você sabe quanto paga?

Compartilhe esse artigo com seus amigos! ;)
By | 2019-03-07T14:04:16+00:00 março 6th, 2019|Investimentos|0 Comments

Leave A Comment