Rentabilidade de x% do CDI. O que significa?

Durante uma rápida pesquisa no aplicativo Renda Fixa, é possível encontrar diversos investimentos de renda fixa, como CDB, RDB, LCI, LCA, Letras de Câmbio, Letras Financeiras, etc. O que vemos em comum em todos eles é que a rentabilidade oferecida, na maioria das vezes, está acompanhada de uma sigla que poucas pessoas sabem o que realmente significa: CDI. Para entender o que é o CDI e o que significa uma rentabilidade de x% do CDI, preparamos este artigo bem completo que explica tudo isso. Para facilitar, o artigo está dividido nos seguintes tópicos:

  1. Prefixado e Pós-fixado: o que tem a ver com o CDI?
  2. Dá para investir em CDI?
  3. O que significa uma rentabilidade de x% do CDI?

Prefixado e Pós-fixado: o que tem a ver com o CDI?

Cada um desses investimentos possui características distintas. Os CDBs, por exemplo, são títulos que só podem ser emitidos pelos bancos. As LCIs e a LCAs também só podem ser emitidas por Bancos, mas devem estar lastreadas em empréstimos destinados ao setor imobiliário e do agronegócio, respectivamente. Já o RDB pode ser emitido tanto por um Banco quanto por um Financeira (Sociedade de Crédito, Financiamento e Investimento), mas com o diferencial de ser inegociável e intransferível.

Todos esses investimentos podem ser tanto prefixados quanto pós-fixados. Como o próprio nome diz, os títulos prefixados são aqueles em que o investidor sabe, de antemão, quanto irá receber ao final da aplicação. Dessa forma, a taxa de juros que será praticada na remuneração do título durante todo o período de investimento é dada no momento da aplicação, independente de quanto a taxa básica de juros da economia – a Selic –  subir ou descer. Se o investidor comprar um CDB prefixado a uma taxa de 10% ao ano, é exatamente isso que ele vai receber. Se a Selic ficar em média na faixa dos 8% ao ano durante todo o prazo do investimento, o ganho do investidor estará acima da média do mercado, já que sua rentabilidade está assegurada. Se a Selic ficar acima dos 10% ao ano, o ganho do investidor ficará abaixo da média do mercado, já que a taxa prefixada do seu título ficou abaixo da taxa básica de juros da economia.

Já os pós-fixados são considerados títulos mais conservadores, uma vez que a rentabilidade oscila de acordo com os principais índices do mercado. A rentabilidade do Tesouro Selic, por exemplo, está totalmente atrelada a taxa Selic. Se a Selic cair, a rentabilidade cai. Se subir, a rentabilidade também sobe. Já quem compra um título que tem como rentabilidade o IPCA (principal índice da inflação brasileira) mais 6% de juros, por exemplo, sabe que, ao final da aplicação, vai receber 6% de juros mais a variação do IPCA de todo o período.

Assim como os títulos indexados à inflação e a Selic, os títulos atrelados ao CDI também são considerados pós-fixados, já que o investidor não sabe ao certo quanto irá receber ao final da aplicação. O investidor sabe que o título será remunerado de acordo com o CDI, mas por ser um índice que oscila ao longo do tempo, não há como saber qual será a rentabilidade final da aplicação.

Dá para investir em CDI?

Se você não for um Banco, a resposta é não. Para entender o motivo, é necessário saber o que é o CDI.

A sigla CDI significa Certificado de Depósito Interbancário. Enquanto os CDBs (Certificados de Depósito Bancário) são títulos de renda fixa emitidos pelos bancos para captar recursos dos investidores, os CDIs são títulos que também são emitidos pelos bancos, mas que só podem ser negociados entre estas instituições financeiras e são, geralmente, de curtíssimo prazo. Da mesma forma que, ao comprar um CDB, você está fazendo um empréstimo para um determinado banco, ao comprar um CDI um banco está emprestando dinheiro para outro banco.

Estes empréstimos são feitos entre os bancos devido a necessidade legal de terminar o dia com o caixa positivo. Quando um banco tem um volume de saques superior ao volume de depósitos em um dia, o seu caixa, consequentemente, fica no negativo. Para mudar este cenário, os bancos compram os CDIs emitidos por outros bancos, com a promessa de devolver o dinheiro no dia seguinte. A taxa média ponderada de um dia praticada nestas operações é a chamada taxa DI. E é exatamente esta taxa que irá remunerar os títulos indexados ao CDI.

O que significa uma rentabilidade de x% do CDI?

A taxa DI é divulgada todos os dias úteis pela CETIP (Central de Custódia e Liquidação de Títulos Privados). Como falamos anteriormente, ela nasce das taxas praticadas entre os bancos em empréstimos de curtíssimo prazo através da emissão do Certificado de Depósito Interbancário.

Da mesma forma em que a taxa DI é divulgada, a rentabilidade do título também é diária, ou seja, todos os dias úteis o título será rentabilizado de acordo com a taxa do dia. Se a taxa DI do período oscilar entre 8% e 10% ao ano e um determinado título tem rentabilidade de 100% do CDI, a rentabilidade bruta do seu título também vai oscilar entre 8% e 10% ao ano. A rentabilidade final vai ser a média entre a data em que você fez a aplicação e a data de vencimento do título. Para ficar mais fácil, dá uma olhada no passo a passo que fizemos.

Ao entrar no site da CETIP, você se depara logo no início com a taxa DI negociada no dia anterior.

No dia em que escrevo este artigo, a taxa DI do dia anterior foi de 6,64% ao ano. Para encontrar a taxa ao dia, basta transformar a taxa ao ano em taxa ao dia, aplicando a fórmula abaixo:

-> ((1+(taxa anual/100))^(1/252))-1)x100

-> ((1+(6,64/100))^(1/252))-1)x100

-> ((1,066400^(1/252))-1)x100

-> 0,00255146%

Observação: O símbolo ^ significa ‘elevado a’.

Mas as instituições financeiras não ficam transformando as taxas anuais em taxas diárias todos os dias. Isso porque a CETIP coloca a disposição de qualquer pessoa com acesso à internet toda a série histórica da taxa DI diária, além de dar a possibilidade do investidor fazer o cálculo acumulado entre a data em que realizou o investimento e a última data em que a taxa DI foi divulgada. Para isso, o primeiro passo é clicar neste link, que dá acesso a parte de Estatísticas da CETIP.

Após isso, vá até o campo Cálculo de acumulado entre datas e preencha a data em que você realizou o investimento. Automaticamente, a calculadora já vai trazer a última data em que a taxa DI foi divulgada. No nosso exemplo, queremos saber qual foi a rentabilidade de um título com taxa de 100% do CDI entre os dias 1º de fevereiro de 2017 e 1º de fevereiro de 2018.

Com os dados preenchidos, basta clicar em Calcular que o resultado é mostrado em questão de segundos.

Durante o período de 01/02/2017 a 01/02/2018, a taxa DI foi alterada sete vezes, passando de 12,88% a.a. para 6,89% a.a. Quem investiu 10 mil reais, por exemplo, em um CDB com rentabilidade de 100% do CDI teve, entre as datas mostradas, rentabilidade bruta de 9,38%. Multiplicando o fator 1,09380460 pelos 10 mil reais que foram investidos, chegamos no valor atualizado de R$ 10.938,05.

Espero que esse artigo tenha ajudado a entender o que significa uma rentabilidade de x% do CDI. Ficou com alguma dúvida? Quer sugerir algum tema para a gente falar aqui no blog? Comente aqui embaixo que iremos responder o mais rápido possível! Abração =)

Compartilhe esse artigo com seus amigos! ;)
2018-02-26T11:37:02+00:00

8 Comments

  1. Rodrigo março 18, 2018 at 2:05 am - Reply

    Excelente artigo! Gostaria de saber como ficaria o imposto de renda sobre o lucro de R$ 938,50 do exemplo dado no artigo. Grato

    • App Renda Fixa
      App Renda Fixa março 19, 2018 at 9:21 pm - Reply

      Como se passaram 365 dias, o IR é de 17,5% sobre R$ 938,50 de lucro, que dá 774,26. Abraço!

  2. Marcos Jose R Theodoro março 10, 2018 at 2:06 pm - Reply

    Ótimo artigo bem explicativo

    • App Renda Fixa
      App Renda Fixa março 12, 2018 at 1:15 pm - Reply

      Obrigadão, Marcos! Grande abraço

  3. Adriano março 3, 2018 at 1:56 am - Reply

    Por Favor?

    Pode explicar o seguinte:

    Como eu cálculo a taxa quando é oferecido um CDB pagando 120% do CDI?

    Seria assim?

    Se um CDB oferece uma taxa de 120% do CDI eu faço o cálculo da seguinte forma:

    120/100 = 1.20 mais a taxa do dia 6,64%, daí eu somo 1.20+6.64 = 7.84% seria assim???

    Obrigado,

    Adriano.

    • App Renda Fixa
      App Renda Fixa março 5, 2018 at 3:32 pm - Reply

      Oi Adriano! Um CDB com rentabilidade de 120% do CDI vai pagar sempre 120% do CDI vigente. Para fazer a conta certa neste seu exemplo, basta calcular ((120/100)*6,64). Lembrando que o CDI não é uma taxa fixa, podendo variar ao longo do prazo da aplicação. Por esse motivo títulos atrelados ao CDI são considerados pós-fixados. Abração

  4. Luiz Marques março 3, 2018 at 1:42 am - Reply

    Ótimo artigo. Sobre temas, gostaria de sugerir o Ted para corretoras de valores. O meu banco está me cobrando e não sei o que fazer.

    • App Renda Fixa
      App Renda Fixa março 5, 2018 at 3:20 pm - Reply

      Obrigado pelo feedback e pela dica de post, Luiz! Abração

Leave A Comment