Qual melhor investimento em renda fixa?

No artigo de hoje selecionamos algumas das principais dúvidas relacionadas a investimentos em renda fixa que recebemos através dos nossos canais de comunicação com os nossos usuários. Se você ainda não sabe como entrar em contato com a gente, baixe o App Renda Fixa e nos siga em nossas redes sociais.

Qual melhor investimento em renda fixa?

O que eu devo levar em consideração na hora de escolher um investimento?

O primeiro fato é que não existe o melhor investimento, existe aquele investimento que vai estar de acordo com o seu perfil de risco, que atende os seus objetivos e que respeita o seu horizonte temporal para aquele dinheiro, ou seja, não faz sentido algum aplicar meu dinheiro em algo com um prazo de resgate que não está de acordo com o prazo que tenho para cumprir meu objetivo.

Então, o primeiro passo é pensar sobre quais são os seus objetivos, se você quer garantir uma renda para o futuro, se quer viajar em alguns meses ou se precisa de dinheiro para dar entrada em um apartamento. Cada cenário irá representar uma estratégia de investimento.

Outro ponto é em relação ao seu perfil de investidor. Ao fazer o seu cadastro em uma corretora ou distribuidora de valores você deverá preencher um questionário de suitability também conhecido como API (avaliação de perfil do investidor), a partir dos dados ali coletados você será enquadrado em uma dessas três categorias: conservador, moderado ou arrojado. Sabendo o seu grau de tolerância ao risco, você poderá tomar melhores decisões.

Quais são as garantias que os investimentos em renda fixa oferecem?

Alguns investimentos de renda fixa como CDB, LCI, LCA, LC, entre outros possuem a proteção do FGC (Fundo Garantidor de Crédito), logo, caso a instituição emissora do título venha falir e não consiga honrar com o pagamento da sua aplicação, você poderá contar com a garantia do FGC. Porém essa proteção vale para valores até R$ 250.000 por CPF e conglomerado financeiro, o teto é de R$ 1 milhão pelo período de quatro anos, após esse tempo esse valor limite será “reiniciado”.

Explicando de outra maneira, caso eu tenha R$ 250.000 aplicados em cinco bancos diferentes, ou seja R$ 1.250.000 e todos esses bancos declarem falência no mesmo ano, contando que todos os meus produtos e as instituições possuam a proteção do FGC, não receberei o valor total que possuo aplicado e sim R$1 milhão, uma parte somente do meu total. Mas claro, isso considerando o pior dos cenários e a minha mais completa falta de sorte.

Já os títulos do tesouro são considerados investimentos livres de risco pois contam com a garantia do Tesouro Nacional. E o governo tem uma coisa que nós infelizmente não possuímos que é uma maquininha de imprimir dinheiro. Então, em última instância, caso ele não possua recursos para pagar os investidores, poderá usar essa estratégia.

Mas como bem sabemos, isso será somente em último caso, aplicar recursos na economia dessa forma pode gerar inflação. Esse excesso de moeda sem um destino específico fará com que os preços sejam reajustados e pode provocar um grave descontrole na economia. Então, por mais que isso possa parecer a solução de todos os problemas do mundo, infelizmente não é bem assim.

Quais investimentos recomendados para quem precisa de liquidez e deseja montar uma reserva de emergência?

Existem alguns produtos financeiros com liquidez diária como CDBs, RDBs, LCs e também o Tesouro Selic. Uma maior liquidez significa que o seu investimento irá mais rapidamente ser convertido em dinheiro, assim, quando precisar desse recurso, terá disponível em um ou até no mesmo dia na sua conta.

Quando a gente pensa em uma reserva de emergência, precisa levar em consideração principalmente esse aspecto, nós não sabemos o dia de amanhã, por isso ter um dinheiro reservado para nos proteger de imprevistos pode nos livrar de precisar depender dos altos juros praticados pelos bancos ou do constrangimento de ter que pedir emprestado para amigos ou parentes.

Com qual valor eu posso começar a investir?

Existem excelentes aplicações em renda fixa hoje em dia a partir de R$1 e podem acreditar que é sim verdade. Para tirar a prova, pode ir no nosso buscador de investimento, lá no App Renda Fixa e ver do que eu estou falando. É claro que o ideal é que você se planeje, poupe e consiga sempre investir pelo menos 10% seu salário todos os meses. Criar o hábito e a constância de aplicar seu dinheiro é um passo muito importante.

No Tesouro Direto é possível investir a partir de 1% do valor total do título respeitando o limite mínimo de R$30. Ou seja, com R$30 você já pode aplicar seu dinheiro nos títulos do Tesouro Nacional. Ou seja, você não precisa comprar o título “inteiro” pode comprar somente um pedacinho dele e conforme for entendendo a importância de investir, ir aos poucos aumentando esse valor.

Artigos que podem ser úteis para você: Rentabilidade X Liquidez: Qual escolher para meu investimento?Poupança X Tesouro Selic: Qual investimento rende mais?

Compartilhe esse artigo com seus amigos! ;)
By | 2019-02-05T21:00:08+00:00 agosto 20th, 2018|Investimentos|0 Comments

About the Author:

Fernanda Fonseca
É formada em Economia com especialização em Finanças e pós graduada em Economia Comportamental. Curiosa por assuntos que envolvam o comportamento humano e decisões financeiras.

Leave A Comment