Principais dúvidas sobre como investir em ações

Principais dúvidas sobre Ações

O que é uma ação?

De forma simples, uma ação, também conhecida como papel, corresponde a menor fração do capital social de uma empresa, ou seja, é a divisão de todos os ativos da empresa, como, plantas, máquinas, etc. em parcelas iguais. Então, ao comprar uma ação automaticamente seu detentor se torna sócio da empresa, e quanto mais ações ele tem maior é sua participação societária.

Qual a diferença entre ação Ordinária e Preferencial?

A Ação Ordinária (ON) confere ao titular os direitos essenciais do acionista, especialmente participação nos resultados da companhia e direito a voto nas assembleias da empresa, ou seja, os detentores de ON traçam o rumo da empresa. Então, aqueles que possuem a maior parte das ações ordinárias (50% + 1) tem o controle da empresa. Além disso, a nova Lei das Sociedades Anônimas garante o direito ao acionista minoritário detentor de ações ON a receber, no mínimo, 80% do valor pago pelo controlador em caso de venda do controle (tag along).

A Ação Preferencial (PN) confere ao titular prioridades na distribuição de dividendo, fixo ou mínimo, e no reembolso do capital (venda de ativos). Entretanto, as ações PN não dão direito a voto ao acionista na Assembleia Geral da empresa, ou restringem o exercício desse direito. Na troca de controle, o tratamento é distinto para os acionistas detentores de ações PN. No mínimo 25% do lucro da empresa devem ser repassados para os acionistas, assim quem possui PN tem preferência na hora de receber parte do lucro.

Qual é melhor ON ou PN?

Não se pode dizer qual o melhor tipo de ação, preferencias ou ordinárias. A decisão entre qual se deve escolher vai depender da empresa e do seu objetivo ao investir. Por exemplo, para uma carteira de dividendos, as ações do tipo PN podem ser melhores, por justamente possuírem preferência na hora de repartir o bolo, enquanto isso se seu objetivo é participar das decisões da empresa, ações do tipo ON são as ideais. Algo que também é muito avaliado é qual das duas possui mais liquidez, então se atente a isso antes de investir. É bom deixar claro que muitas empresas não possuem ações PN, apenas ON.

O que são dividendos?

Imagina que você é dono de uma empresa. Como dono, o seu objetivo é, entre outras coisas, que ela gere lucros, correto? Você pode usar o lucro para várias coisas, como reinvestimento no negócio, expansão, aumento dos salários, pagamento de bonificação para sua equipe de vendas e, principalmente, repassar uma parte do lucro para você, que é o dono do negócio.

O mesmo ocorre para as empresas que estão na bolsa. Essa parte do lucro da empresa que é repassada para seus acionistas é chamado de dividendos. É uma fonte de renda extra para os acionistas, e não há necessidade de valorização do preço da ação para o pagamento ser feito. Cada empresa tem uma política de distribuição, algumas são trimestrais, semestrais e até anuais. É importante ressaltar que as empresas são obrigadas a repassar no mínimo 25% do lucro anual aos acionistas.

Qual o valor mínimo para investir?

Existe muita discussão em qual deve ser o valor mínimo viável para se investir em ações, devido ao custo de corretagem, custódia da bolsa, emolumentos e impostos. Você consegue comprar algumas ações por menos de R$ 10, porém, devido às taxas, a rentabilidade pode até ser negativa mesmo em caso de valorização da ação. Hoje em dia, é possível encontrar corretoras que zeraram a custódia e reduziram o custo de corretagem, então, nessas corretoras já é possível investir a partir de R$ 1 mil, menos do que isso não é muito aconselhado.

Preciso ter conta em uma corretora?

Sim, para investir em ações você deve necessariamente ter conta em uma corretora ou banco de investimentos. Os bancos comerciais, como o Banco do Brasil, são também bancos de investimentos, entre em contato com seu gerente para saber como acessar o Home Broker do seu banco.

Na maioria das vezes as pessoas preferem investir através de corretoras por conta do custo ser menor. Atenção que nem todas as corretoras oferecem esse tipo de serviço aos seus clientes.

O que é Home Broker?

Home Broker é uma plataforma que permite a negociação de ações e outros ativos financeiros por meio da Internet de uma forma simples e rápida. Oferece diversos recursos para você fazer seus investimentos através de seu computador, smartphone ou tablet. Então, ao abrir conta em uma corretora você passa a ter acesso ao seu Home Broker, e com ele você vai enviar ordens de compras e vendas de ações.

Posso perder todo meu dinheiro com ações?

Sim, você pode, mas é um evento muito improvável. Para que isso ocorra o valor da ação deve chegar próximo à zero, que seria um caso drástico. Essa situação pode ocorrer se a empresa se envolver em um grande escândalo ou decretar falência. Por exemplo, as ações da OGX viraram pó, então quem tinha todo seu capital investido nessas ações perdeu tudo.

Se você deseja evitar esse risco, uma boa opção é diversificar sua carteira de ações. Então, procure comprar ações de várias empresas e se possível de diferentes setores, em vez de comprar poucas ou até mesmo uma empresa. Outra alternativa é comprar ações de fundos (ETFs) que replicam o Ibovespa ou outro índice, automaticamente você vai estar investindo em várias ações ao mesmo tempo.

O que é Ibovespa?

O Ibovespa é o principal índice do mercado de ações brasileiro. É formado pelas ações que, em conjunto, representam 80% do volume de negócios da bolsa nos doze meses anteriores à formação da carteira. Como critério adicional, exige-se que a ação apresente, no mínimo, 80% de presença nos pregões do período.

Espero que o artigo de hoje tenha auxiliado a esclarecer algumas dúvidas sobre o mercado acionário. Claro que existem outras, mas é conteúdo para um novo artigo no futuro. Se ainda tem alguma dúvida, por favor, deixe nos comentários que irei responder. Vou ficando por aqui, um abraço a todos.

Artigos que podem ser úteis para você: Como Investir em Ações na Bolsa de Valores5 coisas que te distanciam da sua liberdade financeira

Compartilhe esse artigo com seus amigos! ;)
By | 2019-05-20T19:30:50+00:00 agosto 6th, 2018|Investimentos|2 Comments

About the Author:

Carlos Simão
Mestre em Teoria Econômica pela UEM e formado em Ciências Econômicas pela UNESP, se interessa por temas relacionados a investimentos, macroeconomia, empreendedorismo e finanças pessoais. Atua como criador de conteúdo e consultor econômico no App Renda Fixa.

2 Comments

  1. Roberto maio 14, 2019 at 1:24 am - Reply

    Olá, boa noite. Gostaria de saber em quantas ações uma empresa é dividida (seria pegar o valor da empresa naquele momento e dividir ela em uma quantidade de ações? Como é isso?) no IPO e seu preço, como funciona. O mesmo critério de divisão vale para ações ON e PN?

    • App Renda Fixa
      App Renda Fixa maio 14, 2019 at 5:39 pm - Reply

      Isso irá variar para cada empresa, não existe um número só ou regra. Para abrir IPO a empresa deverá passar por um processo de valuation onde será calculado o seu preço de mercado, assim, o preço das ações serão estabelecido a partir dessa avaliação, mas claro que irá se ajudar dependendo de uma série de condições do mercado.

Leave A Comment