CDI: saiba mais sobre esta taxa!

Você já ouviu falar na taxa CDI? Mesmo que você não tenha o hábito de investir e acompanhar o mercado financeiro, é muito possível que, em algum momento, já tenha se deparado com notícias sobre esta taxa, que é considerada um dos principais indicadores no campo dos investimentos.

É provável também que você não saiba muito bem como funciona a taxa CDI ou a importância deste indicador para o mercado nacional. Por isso, no artigo de hoje, você conhecerá um pouco mais sobre a taxa CDI e entenderá por que ela é peça fundamental para o dia a dia de todo brasileiro – principalmente para aqueles que investem em renda fixa. Confira!

O que é taxa CDI?

A sigla CDI se refere aos Certificados de Depósitos Interbancários, que são títulos lastreados aos empréstimos realizados entre instituições financeiras do país todos os dias. Estes títulos são remunerados pela taxa DI, que nada mais é que a média dos juros destas operações.

Por conta disso, a taxa DI – ou taxa CDI, como é conhecida – acaba sendo utilizada como referência para mensurar os rendimentos dos investimentos – em especial, os investimentos em renda fixa. É importante ressaltar, ainda, que a taxa CDI anda em linha com a taxa Selic e, por isso, seu valor costuma acompanhar a taxa básica de juros da economia brasileira.

A taxa CDI e os investimentos

Atualmente existe uma série de investimentos que utilizam a taxa CDI como indexador. Os principais deles são o CDB – Certificado de Depósito Bancário, o LCI – Letra de Crédito Imobiliário, LCA – Letra de Crédito do Agronegócio e o LC – Letra de Câmbio.

Descubra, a seguir, um pouco mais sobre estes 4 investimentos em renda fixa disponíveis no mercado nacional que utilizam o CDI como referência:

CDB

O Certificado de Depósito Bancário – ou CDB – é um título emitido por instituições financeiras e remunerado por meio de crédito privado.  Na prática, quando você investe nestes papéis, empresta dinheiro para um banco ou uma instituição financeira que, por sua vez, concede crédito aos seus clientes e devolve os recursos emprestados com acréscimo de juros.

Existem três modalidades de CDBs no mercado: os pós-fixados, prefixados e os híbridos. A taxa CDI é mais presente nos CDBs pós-fixados, que tendem a ser referenciados pela taxa CDI ou pela taxa Selic, mas pode também ser encontrada em títulos híbridos.

A rentabilidade do investimento varia de acordo com a porcentagem da CDI oferecida pela instituição financeira ao cliente. Bancos menores tendem a oferecer porcentagens maiores do CDI, enquanto instituições mais sólidas tendem a oferecer percentuais mais baixos.

LCI

A Letra de Crédito Imobiliário – LCI – é um título emitido pelas instituições financeiras, e tem como objetivo principal obter capital para o financiamento do setor imobiliário. Na prática, o investidor empresta dinheiro para o banco financiar o setor e em troca recebe o valor acrescido de juros.

Assim como o CDB, o LCI também possui o CDI como taxa de referência.

LCA

A Letra de Crédito do Agronegócio – LCA – é bastante semelhante ao LCI. No caso da LCA, no entanto, o título tem como principal objetivo obter capital para financiar o setor do agronegócio.

São disponibilizados no mercado três tipos de LCA: os pós-fixados, prefixados e os híbridos, sendo os primeiros atrelados à taxa CDI.

LC

A Letra de Câmbio – ou LC – é bastante semelhante ao CDB, tendo como principal diferença o fato de não ser emitida por um banco, mas sim por empresas especializadas na oferta de empréstimos pessoais e consignados.

Assim como outros títulos de renda fixa, a Letra de Câmbio é oferecida sob formato pós-fixado, prefixado e híbrido, sendo o primeiro atrelado ao CDI. Neste caso, portanto, a rentabilidade só é conhecida pelo investidor no vencimento do investimento.

Se você investe ou tem planos de investir em títulos de renda fixa atrelados ao CDI é fundamental entender um pouco mais sobre esta taxa e acompanhá-la sempre que possível. Deste modo você conseguirá identificar as melhores oportunidades de investimento, de acordo com o percentual da taxa CDI oferecido pela instituição bancária, e poderá realizar aportes mais rentáveis após desta análise.

Gostou do artigo de hoje sobre a taxa CDI e sobre os investimentos que utilizam o CDI como referência? Então deixe seu comentário neste post!

Artigos que podem ser úteis: CDB x LC: Qual o melhor investimento? | A importância da inteligência financeira nos investimentos

Compartilhe esse artigo com seus amigos! ;)
2019-02-05T20:39:34+00:00

About the Author:

André Bona
O Blog de Valor é um site de educação financeira independente cuja finalidade é auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender, por meio de conteúdos educacionais, o mercado financeiro e os seus produtos.

Leave A Comment