Caderneta de Poupança: tudo o que você precisa saber!

///Caderneta de Poupança: tudo o que você precisa saber!

Caderneta de Poupança: tudo o que você precisa saber!

O mercado brasileiro oferece, nos dias de hoje, as mais diversas opções de investimentos, direcionadas a todos os perfis de investidores. Existe uma modalidade
de investimento, no entanto, que continua sendo a preferida da maior parte da população: a caderneta de poupança.
No artigo de hoje vamos falar sobre este investimento e mostrar suas principais características, vantagens e desvantagens. Confira!

O que é caderneta de poupança?

Tradicional entre os brasileiros há décadas, a caderneta de poupança surgiu no país ainda no século XIX, após o imperador Dom Pedro II instituir e regular a Caixa
Econômica Federal. De lá para cá, as cadernetas de poupança receberam diversas atualizações e foram modificadas ao longo do tempo, mas não deixaram de ser um investimento popular.

Principais características

As cadernetas de poupança são regulamentadas pelo Banco Central do Brasil e possuem algumas características particulares. Entre elas, podemos destacar:

– A isenção de taxas administrativas na caderneta de poupança;
– A não incidência de Imposto de Renda (IR) sobre os rendimentos;
– O cálculo mensal da rentabilidade do investimento;
– A garantia do investimento pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), para valores de
até R$ 250 mil.

Poupança x Caderneta de Poupança

Atenção! Não confunda o ato de “poupar” ou “fazer uma poupança” com a modalidade de investimento!

Esta confusão costuma acontecer com freqüência no país, uma vez que a caderneta de poupança também é conhecida, popularmente, simplesmente como “poupança”.
Para evitar cometer este erro, lembre-se: poupança se refere ao ato de poupar em si, independente da forma ou modalidade de investimento escolhida para este fim, e não à modalidade de investimento caderneta de poupança.

Como ela funciona?

Um dos principais fatores que fazem da caderneta de poupança uma modalidade de investimento tão popular no Brasil é justamente o fácil acesso a este investimento.

Para investir na poupança, é necessário somente abrir uma conta poupança em uma instituição financeira e realizar depósitos da forma como preferir.

Os valores investidos na poupança são utilizados pelas instituições financeiras para as mais diferentes finalidades – como empréstimo de capital a outras pessoas e empresas, por exemplo – e, por conta disso, o valor é devolvido com juros, que incidem mensalmente sobre o valor aplicado.

Desde 2012 o rendimento mensal da Poupança é definido pela Taxa Referencial (TR) acrescida de uma remuneração adicional de 0,5% – nos casos em que a taxa Selic for superior a 8,5%, ou 70% da Selic + TR nos casos em que a Selic se encontre abaixo de 8,5%.

Por conta deste cálculo, a rentabilidade da poupança costuma ser bastante baixa – principalmente se comparada a outras opções de investimentos com baixo risco disponíveis no mercado. Apesar disso, muita gente ainda prefere optar pela poupança na hora de investir.

Vantagens

A principal vantagem da caderneta de poupança é justamente a facilidade e a segurança que ela oferece aos poupadores. Elas podem ser abertas em qualquer
instituição financeira, permitem depósitos imediatamente após a abertura e saques a qualquer momento, de acordo com a necessidade do investidor.

Além disso, o fato das cadernetas de poupança possuírem baixo risco para o investidor e serem protegidas pelo Fundo Garantidor de Crédito atrai cada vez mais investidores – principalmente entre as classes mais baixas, apesar da baixa rentabilidade.

Desvantagens

A rentabilidade mensal pouco vantajosa é a principal desvantagem da caderneta de poupança – mas não é a única. Em épocas de inflação mais elevada, por exemplo, os rendimentos da poupança não conseguem acompanhar o aumento dos preços, e o investidor que possui aplicações na caderneta de poupança acaba perdendo dinheiro, pois perde seu poder de compra.

Além disso, existe um mito entre os investidores da caderneta de poupança – alimentado, principalmente por conta da falta de educação financeira do brasileiro – quanto à sua segurança. Apesar de se tratar de um investimento de baixo risco, a poupança está sujeita a riscos – como no caso da falência da instituição financeira na qual você possui a conta poupança.

E estes riscos são ainda maiores para aqueles investidores com quantias superiores à R$ 250 mil na caderneta de poupança, uma vez que o Fundo Garantidor de Crédito só garante a devolução de quantias até o limite de R$ 250 mil. Valores acima deste limite, portanto, não estão cobertos.

Vale a pena investir?

Se você pretende investir na caderneta de poupança para criar um fundo ou reserva de emergência, por exemplo, a poupança pode ser uma opção interessante para investimentos. Isso porque esta modalidade de investimento permitirá ao poupador realizar movimentações e saques em caso de necessidade sem maiores burocracias – o que pode ser bastante útil em situações diversas.

Porém, se o seu objetivo é investir e garantir o rendimento do seu capital aplicado, a caderneta de poupança não é uma escolha recomendada.
Mesmo com pouco dinheiro disponível para investimentos é possível encontrar diversas alternativas à caderneta de poupança, como o Tesouro Direto, por exemplo – que permitem aplicações mínimas a partir de R$ 30. Este investimento, assim como a poupança, possui baixíssimo risco, mas oferece melhor rentabilidade.

Gostou de saber um pouco mais sobre a caderneta de poupança? Então deixe seu comentário aqui no post!


Equipe App Renda Fixa
contato@rendafixa.rocks

Invista também em conhecimento! Preencha seu e-mail e receba nossos conteúdos sobre finanças e investimentos.

2018-03-01T14:34:54+00:00

About the Author:

André Bona
O Blog de Valor é um site de educação financeira independente cuja finalidade é auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender, por meio de conteúdos educacionais, o mercado financeiro e os seus produtos.

7 Comments

  1. Aline
    Aline agosto 31, 2017 at 2:40 pm

    Excelente artigo.

  2. Márcia Marin agosto 31, 2017 at 2:02 pm

    Eu concordo que outras formas de investimento sejam muito mais rentável, porém para quem poupa pouquinho, fica bem difícil pela logística de mandar dinheiro pra corretora através de TEDs caríssimos. Se pagará mais de TED do que se ganhará de juros.

    • Adalberto Porto setembro 1, 2017 at 7:38 pm

      Banco inter

  3. Rogério agosto 28, 2017 at 5:06 pm

    Educação sempre é bem vinda. Parabéns.

  4. Tatiane agosto 28, 2017 at 5:05 pm

    Oi, a poupança é isento de IR???

  5. Paulo agosto 28, 2017 at 4:37 pm

    Se você pretende investir na caderneta de poupança para criar um fundo ou reserva de emergência, por exemplo, a poupança pode ser uma opção interessante para investimentos. Isso porque esta modalidade de investimento permitirá ao poupador realizar movimentações e saques em caso de necessidade sem maiores burocracias – o que pode ser bastante útil em situações diversas.
    Não comentou das datas ou aniversários, que se sacar antes perder o muito pouco que rende!

  6. Fábio César agosto 28, 2017 at 3:50 pm

    Muito bom gostei muito

Comments are closed.