Banco ou Corretora: qual é o melhor?

//Banco ou Corretora: qual é o melhor?

Banco ou Corretora: qual é o melhor?

Em meio a tantas opções no mercado, uma das maiores dúvidas de quem está começando a investir é a escolha da instituição financeira. Para tomar a decisão correta, primeiramente é necessário entender a diferença entre os bancos e as corretoras.

Conforme definição do Banco Central, os bancos comerciais são instituições financeiras privadas ou públicas que têm como objetivo principal proporcionar suprimento de recursos necessários para financiar, a curto e a médio prazos, o comércio, a indústria, as empresas prestadoras de serviços, as pessoas físicas e terceiros em geral. A captação de depósitos à vista, livremente movimentáveis, é atividade típica do banco comercial, o qual pode também captar depósitos a prazo. Na mesma instituição você consegue receber seu salário (depósitos à vista), solicitar empréstimos (financiamento) e realizar investimentos (depósitos a prazo).

Devido toda a comodidade e praticidade oferecida, a maioria dos brasileiros está acostumada a investir através dos bancos. Em contrapartida, toda essa facilidade pode ter um alto preço se você não ficar atento em alguns pontos.

A gama de investimentos que o banco comercializa é limitada ao que foi emitido por ele próprio. É como se você fosse no mercado e encontrasse apenas uma marca de um determinado produto, não sendo possível fazer a comparação com outras marcas e ver se o preço praticado é realmente vantajoso.

Aquele CDB (Certificado de Depósito Bancário) que o seu gerente te oferece é um produto que foi emitido pelo seu próprio banco e é uma das principais formas de captação de recursos utilizada, que oferece em troca uma remuneração que pode ser indexada a um índice e/ou a uma taxa de juros prefixada. O dinheiro captado será utilizado para oferecer créditos para quem precisa, que pagará uma taxa de juros maior do que o banco utilizou para remunerar o investidor. Essa diferença entre a taxa de remuneração oferecida e a taxa de empréstimo cobrada é chamada de spread bancário.

Por terem uma carteira de clientes muito menor do que os grandes bancos, os bancos de pequenos e médio porte buscam outra alternativa para captar recursos para financiar seus negócios.

É aí que entram as corretoras, nomeadas pelo Banco Central como corretoras de títulos e valores mobiliários (CTVM), que fazem a intermediação entre o investidor (você) e o emissor do título (bancos, financeiras, etc). É importante ter em mente que não se investe na corretora e sim na instituição que está emitindo o título, que pode ser uma empresa, um banco, uma financeira, entre outros.

Por terem um risco maior, a rentabilidade oferecida por instituições financeiras de menor porte costuma ser bem mais atrativa. Além disso, o fato das corretoras distribuírem títulos de outros emissores é muito positivo para o bolso do investidor, pois incentiva a briga por rentabilidades que chamem a atenção do mercado.

 As corretoras fazem a negociação de diversos tipos de investimentos, como:

  • CDB (Certificado de Depósito Bancário);
  • RDB (Recibo de Depósito Bancário);
  • LCI (Letra de Crédito Imobiliário);
  • LCA (Letra de Crédito do Agronegócio);
  • Debêntures;
  • Fundos de investimento;
  • Ações;
  • Títulos públicos federais via Tesouro Direto.

Para abrir uma conta, basta entrar no site da própria corretora de interesse, preencher o formulário e enviar a documentação necessária, que normalmente se resume a cópia de um documento com foto e comprovante de residência. Com a conta aberta, a corretora irá informar os números da agência e conta para que você envie os recursos que deseja investir.

Há quem prefira a comodidade e a facilidade dos grandes bancos, e a há quem prefira ter a conta em uma ou mais corretoras e ficar sempre em busca de outras oportunidades. O mais importante é saber onde você está colocando suas economias.

Espero que tenham gostado do artigo! Deixem suas dúvidas nos comentários.


App Renda Fixa
contato@rendafixa.rocks

By | 2019-02-05T20:35:51+00:00 julho 24th, 2017|Investimentos|1 Comment

About the Author:

App Renda Fixa
É possível através do aplicativo Renda Fixa comparar, pesquisar vários tipos de investimentos reais por valor, período de vencimentos, tipos de investimentos e corretoras, podendo ser ordenados em sua pesquisa por taxa, vencimento, tipos de investimentos e corretoras. Baixe o app Renda Fixa. :)

One Comment

  1. […] corro algum risco do meu banco não ser associado ao FGC? Não, já que, como já falamos, o Banco Central exige que as […]

Comments are closed.